Notícias Fecomercio

13 de julho de 2018

Setor de serviços recua 3,8% em maio, diz IBGE


Greve dos caminhoneiros influenciou no resultado negativo, considerado o mais intenso da série histórica

O setor de serviços no Brasil recuou 3,8% em maio na comparação com o mês de abril, conforme os dados divulgados nesta sexta-feira (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A queda de maio é a segunda do ano e considerada a mais intensa da série histórica, iniciada em janeiro de 2011.

De acordo com o IBGE, a greve dos caminhoneiros ocorrida em maio influenciou no resultado. Na comparação com maio de 2017, o volume de serviços recuou 3,8%, maior queda desde abril de 2017 (-5,7%).

O setor de serviços representa 70% da composição do produto interno bruto (PIB). Entre as cinco atividades investigadas, cinco registraram queda, com destaque para transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio.

Voltar para Notícias